FAB afasta mais 6 controladores

Fonte: ESTADO DE SÃO PAULO 06/07/07

FAB afasta mais 6 controladores

 

A Aeronáutica determinou ontem a transferência de seis controladores de vôo do Cindacta-4 (Manaus) apontados como “lideranças negativas”. No dia 22, quando anunciou medidas para tentar solucionar a crise aérea, o alto comando usou o mesmo argumento para afastar 14 sargentos do Cindacta-1 (Brasília). A Força Aérea Brasileira (FAB) apenas confirmou a transferência dos controladores, sem esclarecer os motivos. Para os oficiais, a saída dos profissionais não vai sobrecarregar os demais. 

Em depoimento ontem à CPI do Apagão Aéreo da Câmara, o comandante do Cindacta-1, coronel Eduardo Raulino, disse que sua liderança foi resgatada após o afastamento de 14 controladores. Raulino admitiu que houve desatenção por parte dos controladores no caso do acidente entre o Boeing da Gol e o Legacy, em setembro. Em novembro, o então comandante da Aeronáutica Luiz Carlos Bueno admitiu que o controlador do Cindacta-1 que monitorava o Legacy informou erradamente a seu substituto a altitude do jato. Segundo Raulino, 15 controladores de defesa deslocados para o centro civil não foram formados até hoje por culpa dos sargentos insurgentes.